Estou de volta, desta vez à conversa com a Natalia Jidovanu, alguém que após terminar a sua licenciatura em psicologia e ter começado a trabalhar decidiu largar tudo e rumar para o Quénia.

É neste país que a Natalia decide iniciar um projeto de voluntariado, com o objetivo de incluir as crianças como parte ativa da sociedade atual, utilizando metodologias pedagógicas inovadoras e cativantes, utilizando máquinas fotográficas, utilizando criatividade.

Cabe-me ainda pedir desculpa pois tinha prometido publicar podcasts com duração inferior a 10 minutos, no entanto esta conversa pelo Skype com a Natália revelou-se tão interessante que acabei por me alongar.

Ainda, para aqueles que não têm paciência para conversas, francamente interessantes e longas, deixo aqui o convite para visitarem a página do projeto nos links abaixo.

Caso tenham máquinas fotográficas que já não utilizem e que queiram doar, tal como foi falado no podcast, entrem em contacto com a Natalia através do facebook.

Deixo-vos agora à conversa com a Natalia Jidovanu.